Monday, April 11, 2016

Arte y Derecho. Brasil. Novedad bibliográfica


Antimanual de Direito e Arte
Marcilio Franca Filho, Geilson Salomão Leite e Rodoldo Pamplona Filho (coords.)
Prefacio Paulo Ferreira da Cunha
Saraiva, São Paulo, 2016, 512 pp.
ISBN: 9788502635951                           

Antimanual de Direito e Arte” é uma coletânea original de ensaios jurídicos muito criativos, pouco canônicos e nada dogmáticos (daí o termo “Antimanual”), no qual cada autor tratou de estabelecer um diálogo peculiar entre o direito e uma manifestação artística. Assim, há capítulos sobre Direito e Ópera, Direito e Arquitetura, Direito e Cultura Pop, Direito e Cinema, Direito e Teatro, Direito e Artes Plásticas etc., de autoria de juristas, professores e literatos do Brasil e do exterior interessados em expandir com novos olhares o estudo da juridicidade, que demonstra aspectos até agora inexplorados das bases culturais do sistema jurídico.
 

Prefácio
PAULO FERREIRA DA CUNHA - Uma Enciclopédia Crítica e Criativa
 
Música & Direito
TERCIO SAMPAIO FERRAZ JUNIOR - Moses und Aron (Moisés e Arão), Ópera de Arnold Schoenberg
FELIPE AVELLAR DE AQUINO - A Partitura e seus Limites: Reflexões sobre alguns dos Parâmetros Musicais e o Processo de Construção Interpretativa
MÍRIAM COUTINHO DE FARIA ALVES - A Dimensão do Tempo na Música e Sentido Hermenêutico da Improvisação

Arquitetura & Direito
JOSÉ CALVO GONZÁLEZ - Derecho y Arquitectura: Apuntes en Construcción

Artes visuais & Direito
MADALENA ZACCARA - Artes Visuais: Sobre Memória, Identidade   e Direito à Diferença
MARCILIO TOSCANO FRANCA FILHO - Ceschiatti e a Justiça Além da Lei: Duas Lições para uma Poética do Espaço-Tempo

Teatro & Direito
MILTON MARQUES JÚNIOR - Direito e Tragédia  
PAOLA CANTARINI QUEIROLO - Por uma Abordagem Parresiasta   e Trágico-Amorosa do Direito
PEDRO LOMBA - Enganos do Governo: Autoridade e Substituição em Medida por Medida de William Shakespeare

Cinema & Direito
HUGO CÉSAR ARAÚJO DE GUSMÃO - A Rainha, o Cavaleiro das Trevas e a Teoria do Poder Constituinte: Reflexões sobre Cinema e Direito Constitucional
VINÍCIUS SOARES DE CAMPOS BARROS - A Civilização Chutou as Portas do Saloon: Mito, Política e Direito em “O Homem que Matou o Facínora”

Cultura pop & Direito
MÔNICA SETTE LOPES & ARIANE MARQUES ALVES - O Direito pela Televisão e a Expressão dos Valores e dos Conflitos: Construção e Perpetuação de Estereótipos Femininos no Programa “Casos de Família”
JOÃO VITOR DE SOUZA ALVES & VITOR SOLIANO - Direito, Moda e Arte: os Sintomas de uma Crise (Paradigmática) no Fenômeno Jurídico
CHRISTINA BARBOSA DE OLIVEIRA & MATEUS BARBOSA GOMES ABREU - A Construção Científica a partir do Caos: Um Diálogo Metodológico
entre Direito e Arte a partir de “House”

Literaturas & Direito
FRANCISCO BALAGUER CALLEJÓN - Verdad y Certeza en el Derecho y en la Literatura
FABIO ROBERTO D’AVILA - Direito Penal, Literatura e Representações
W. J. SOLHA - Ficção e Justiça     
JOÃO PAULO LORDELO GUIMARÃES TAVARES e TÉCIO SPÍNOLA GOMES - Um Jantar com Oswald de Andrade e Paul Feyerabend:
Seria o Direito uma Refeição Viável?
ANDRÉ LUIZ CAVALCANTI CABRAL - “A Unanimidade Burra”:  Nelson Rodrigues e a Propriedade Industrial
RICARDO ARONNE - Entre os Véus de Themis e os Paradoxos de Janus:  A Razão e o Caos no Discurso Jurídico, pela Lente de Albert Camus

Epistemologias & Direito
MARIA FRANCISCA CARNEIRO - O Juízo como Elemento Comum ao Direito e à Arte
RAFAEL MARCÍLIO XEREZ - A Norma Jurídica como Obra de Arte
WILLIS SANTIAGO GUERRA FILHO - Por um Conhecimento Imaginário do Direito
MARIA DAS NEVES FRANCA - A Modo de Conclusão: Em Aud(en)iência à Poesía


 
▀▄▀▄▀▄▀▄▀▄▀▄▀▄▀▄
Muy contento por agruparme en esta publicación -ejemplo de interdisciplinaridad en el´campo de los estudios jurídicos- a buenos amigos como Mônica Sette Lopes, Maria Francisca Carneiro, Miriam Coutinho de Faria Alves, António Manuel Hespanha, Paulo Ferreira da Cunha, Francisco Balaguer Castejón y, naturalmente, Marcilio Franca Filho. Todos los colaboradores sabemos, además, de la presencia espiritual de Maria das Neves Franca, a quien transmito desde aquí un especial saludo.
Un extraordinario logro por parte de los coordinadores la difusión de la obra a través de la importante Editora Saraiva.
J.C.G.

 

 

No comments: