Thursday, May 14, 2015

Literatura y pensamiento científico (con trazos jurídicos)



Literatura e pensamento científico: discussões sobre ciência, política e violência nas obras literárias
Leandro Ayres Franca (org.), Gabriel J. Chittó Gauer e Ruth M. Chittó Gauer (coord.)
iEA Academia, Curitiba, 2014, 198 pp.
ISBN: 978-85-67644-06-6

Para além de seu enredo, a literatura expressa, com frequência, as ideias de seu tempo. Um exemplo é Frankenstein de Mary Shelley, no qual o temor existente no início do século XIX sobre as criações da ciência assume um papel central. Outro caso emblemático é o receio, na primeira metade do século XX, de George Orwell quanto ao controle e à vigilância expresso no livro 1984. No entanto, nem sempre a literatura é tomada como forma de conhecimento, reflexão ou crítica da história da humanidade. O desafio contido em Literatura e Pensamento Científico, dominado com maestria nos 12 artigos publicados, foi justamente trazer à tona esses aspectos da literatura.
Fica, então, o convite ao leitor para explorar escritores, obras ou escolas literárias com um novo olhar. Aos exemplos citados, somam-se as reflexões de Dostoiévski sobre o niilismo e o liberalismo, a denúncia de Machado de Assis quanto ao higienismo e ao alienismo, a Laranja Mecânica e o estado policial, o testemunho do cárcere de Graciliano Ramos, o desvio beat de Jack Kerouac, a fantasia científica de Philip K. Dick, os questionamentos sobre o corpo e a mente e tantos outros.

No comments: